Está sempre cansado? Você pode estar sofrendo de fadiga crônica

0
986

Você dorme o suficiente e mesmo assim se sente cansado? Fique atento aos sinais, pois você pode estar sofrendo de fadiga crônica.

Você dorme oito horas e ainda se sente cansado? Não tem força para se concentrar nem vontade fazer algum tipo de exercício físico? Talvez esteja sofrendo de síndrome de fadiga crônica e ainda não sabe disso. Conheça os seus sintomas e, se tiver algum, consulte um especialista.

O que é esse distúrbio e o que o produz?

Segundo a Clínica Mayo, é uma doença complexa, crônica e pouco conhecida popularmente. O paciente geralmente apresenta fadiga constante e dificuldades em se comunicar com seus pares. Ainda não há indicações médicas que atribuam este distúrbio a uma doença pré-existente, mas acredita-se que seja devido a uma infecção viral. Epstein-Barr é o vírus mais suspeito de sua geração.

Muitos chamam de “a gripe que nunca sara” e atualmente, 0,5% da população mundial é portadora e 90% dos casos ocorrem em mulheres.

Sintomas da síndrome da fadiga crônica :

O que a doença causa é muito variável e depende do organismo de cada pessoa. Estes são os sintomas da síndrome da fadiga crônica:

Hipersensibilidade
Fadiga e cansaço extremo
Insônia
Intolerância ao frio e ao calor
Sudorose
Náuseas
Diarréia
Taquicardia
Desequilíbrios hormonais: inflação da bexiga
Problemas no sistema imunológico
Dificuldade na concentração e na aprendizagem
Angústia e Depressão
Ansiedade

Qual é o tratamento adequado para aliviar os sintomas desta doença?

Primeiro de tudo, se você sentir algum destes sintomas, deve ir a um especialista, porque eles podem ser sinal de diferentes problemas de saúde.

Além disso, é imperativo que você pratique técnicas de relaxamento e descanse a mente de tudo que pode afligi-lo. Uma das recomendações é a realização de terapia cognitivo-comportamental, pois reduz rapidamente alguns dos sintomas e melhora significativamente a qualidade de vida do paciente.

OBS: Todas as recomendações passadas são de caráter meramente informativo. Todo e qualquer diagnóstico deve ser feito por um profissional devidamente capacitado de sua confiança, bem como toda e qualquer prescrição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui