Saiba tudo sobre o LÚPUS – SINTOMAS, TRATAMENTOS E CAUSAS

1
82574

O Lúpus Eritematoso Sistêmico, mais conhecido como Lúpus, é uma doença autoimune que pode afetar, de forma lenta ou agressiva, diversos órgãos do corpo humano. A cada 100.000 pessoas em média 90 manifestam a doença.

Assim que o Lúpus é descoberto, deve-se procurar diretamente um reumatologista, no qual irá avaliar cada intensidade dos sintomas para que faça um tratamento adequado. Nesse artigo você encontrará todas as informações sobre a doença, os sintomas, as causas, os tratamentos e outros dados muito importantes.

lúpus

LÚPUS, O QUE É?

Essa doença que atinge mais frequentemente a pele, trata-se de uma inflamação que tem possibilidade de manifestar-se em órgãos ou tecidos do corpo. Além da pele, ela pode afetar também os rins, as articulações, o sistema nervoso e todos os demais órgãos.

O diagnóstico da doença pode não ser apresentado em um primeiro momento, porque o Lúpus varia sua apresentação. Portanto, é imprescindível conhecer os sintomas e identificar o quanto antes.

COMO SABER SE TENHO LÚPUS?

Os sintomas de Lúpus podem ser dos mais variados, porém é muito comum que pessoas com a doença tenham inflamação em algumas pequenas articulações, febre baixa, perda de apetite e cansaço.

Já que essa doença causa uma inflamação nos vasos sanguíneos, é importante ressaltar que pode disseminar para o corpo. Então, a partir da identificação dos sintomas, deve-se procurar imediatamente um reumatologista.

Sintomas:

  • Fadiga
  • Dor de cabeça / perda de memória
  • Dores musculares
  • Febre baixa
  • Queda de cabelo
  • Algumas outras lesões na pele (como lúpus pérnio, por exemplo)
  • Dor ao respirar
  • Hipersensibilidade à luz
  • Atrite / Dor nas juntas
  • Dificuldade de respirar
  • Derrame na pleura
  • Sangramento pulmonar
  • Trombose
  • Dores abdominais
  • Alteração da visão
  • Convulsão
  • Insuficiência renal e alterações nos exames de urina
  • Fraqueza muscular

Outros sintomas:

  • Índices baixos de plaquetas, glóbulos vermelhos e linfócitos no sangue
  • Dormências
  • Depressão
  • Aftas
  • Psicose
  • Abortos espontâneos

QUAIS SÃO AS CAUSAS DE LÚPUS?

Não se sabe a causa exata do Lúpus, mas o que ocorre é que o sistema imunológico começa a agir de forma errada, atacando e destruindo alguns tecidos saudáveis. Estudos apontam que se dá por uma soma de fatores, tanto genéticos como do meio ambiente.

Alguns pesquisadores acreditam que certa exposição à luz solar pode dar início ou piorar uma inflamação pré-existente a desenvolver o Lúpus. Vírus, alergia a medicamentos ou exposição à sílica também podem ser fatores causadores do Lúpus.

QUAIS SÃO OS DIAGNÓSTICOS?

Como já foi dito anteriormente, é difícil fazer um diagnóstico corretamente em um primeiro momento. Nos casos em que já há suspeita de Lúpus, uma série de exames podem fazer a confirmação. As alterações que indicam a doença são basicamente:

  • Proteínas em excesso (em exames feitos constantemente)
  • Número de plaquetas diminuindo (conforme os exames)
  • Redução da quantidade de eritrócitos (glóbulos vermelhos) no sangue
  • Leucócitos com quantidade inferior a 4.000/ml no exame de sangue
  • Linfócitos menor do que 1.500/ml
  • Existência de anticorpo anti-DNA nativo ou anti-Sm no sangue
  • Existência elevada de anticorpos anti-nucleares no sangue

QUAIS SÃO OS FATORES DE RISCO?

O Lúpus pode ocorrer em qualquer pessoa, no entanto, é muito mais comum a existência da doença em pessoas com idade entre 15 e 40 anos. Além disso é importante destacar que a doença é mais propícia de acontecer (10 vezes mais) em mulheres do que em homens. Assim como, em indivíduos de raça Africana, Hispânica e Asiática.

É CONSIDERADO UMA DOENÇA GRAVE?

É interessante destacar que apenas 20% dos portadores de Lúpus, possuem uma doença mais grave. Afinal, mais de 90% dos indivíduos com Lúpus conseguem responder bem ao tratamento e não sofrem tanto com a doença.

COMO FAZER O TRATAMENTO?

O tratamento do Lúpus, deve ser feito de acordo com o diagnóstico de cada portador da doença. Ou seja, pode variar bastante de acordo com as manifestações do Lúpus no paciente. Basicamente, o tratamento da doença inclui medicamentos tanto para as alterações imunológicas quanto para outras alterações dadas pela doença, como a hipertensão, por exemplo.

Corticoides, antimaláricos e imunossupressores são bastante usados para tratamento das alterações imunológicas. Já os outros sintomas da doença, devem ser tratados com analgésicos e anti-inflamatórios. E além disso, a exposição à luz solar deve ser evitada ao máximo, do contrário, pode ser gerada uma reação imunológica no portador da doença.

COMO CONVIVER COM LÚPUS?

Caso você já possua a doença, siga algumas dicas que podem ajudar no seu tratamento, além de melhorar sua qualidade de vida:

  • Descanse muito
  • Evite a exposição solar
  • Faça exercícios físicos regularmente
  • Não fume
  • Possua uma alimentação bastante saudável.

Agora que você já sabe tudo sobre o Lúpus, não esqueça de compartilhar com seus familiares e amigos para que saibam também. Afinal, quanto antes diagnosticar a doença, melhor será a forma de tratamento.

Redação: Sol Pinheiro

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui