Dicas de Como AMENIZAR os sintomas da MENOPAUSA [IMPERDÍVEL]

0
3717

Entre 45 e 55 anos a mulher enfrenta um período chamado menopausa, isso ocorre porque a menstruação não acontece mais. Antes de cessar de forma definitiva ocorre um período chamado climatério, onde  os ovários interrompem de forma gradativa a produção dos hormônios progestógeno e estrogênio até que param em definitivo e a mulher entra na Menopausa.

Menopausa e climatério, dicas para amenizar
Menopausa e climatério, dicas para amenizar

Quando esse período inicia aos 40 anos ou menos é considerada menopausa precoce. Cada organismo é de uma forma e reage de maneiras diferentes, por isso, pode ocorrer antes ou de forma tardia, algumas mulheres menstruam até 50 anos e outras começam a sentir os efeitos por volta dos 39 a 43 anos.

A menopausa não surge sozinha na vida da mulher em 90% dos casos vem acompanhada de sintomas desagradáveis, como hormônios importantes para o equilíbrio do organismo deixam de ser produzido o corpo apresenta sintomas como:

– Suores Noturnos
– Ondas de calor (independente da temperatura ou estação do ano). O calor é umas das principais queixas em consultórios médicos, devido à falta de hormônios o organismo começa a entender de forma errada sobre a temperatura corporal.
– Insônia
– Diminuição da libido
– Alterações do humor e irritabilidade
– Depressão
– Ressecamento Vaginal
– Dificuldade em se concentrar

Em um primeiro momento essa bagunça no organismo pode gerar certo pânico, mas não se desespere é possível amenizar os sintomas. E uma dica fundamental é que quanto antes você inicie melhor, ou seja, nesse caso a prevenção é de fato o melhor remédio. E os sintomas podem ser reduzidos em até 50%.

Adote um estilo de vida mais saudável, além de melhorar a qualidade de vida durante o período de climatério e menopausa faz com que as mulheres deixem o grupo de risco para doenças como diabetes, hipertensão e osteoporose.

A reposição hormonal também pode ser uma opção, porém é necessário avaliar se a mulher tem algum problema vasomotor e também só é indicada quando interfere muito na qualidade de vida, no geral é recomendada uma reposição natural, exercícios físicos, mudança na alimentação.

Menopausa e climatério, dicas para amenizar 1

Climatério, Menopausa, E agora?

Com algumas dicas é possível passar por esse período de forma mais tranquila.

Dieta Equilibrada – Adote uma dieta equilibrada e reduza a quantidade de doces substitua por frutas. Alimentos que ofereçam um processo de digestão mais lento que dê aquela sensação de saciedade são sempre mais indicados.

Inclua carboidratos e proteínas de forma balanceada, evite frituras e excessos.

Vitaminas B12 e D é uma forma natural, tem relação direta com a parte óssea e sistema neurológico.

Consumo de álcool – Evite o consumo de bebidas alcoólicas, além de ser prejudicial nessa fase da vida pode desencadear outros problemas de saúde.

Exercícios Físicos – Procurar exercícios que provocam sensação de bem estar é um grande aliado para amenizar os sintomas da menopausa, caminhada, por exemplo, libera endorfina que auxiliam na fixação do cálcio e combate a obesidade.

Para as mulheres fumantes, uma dica importante, de acordo com um estudo da Universidade de Oslo, na Noruega, foi constatado que o hábito de fumar pode acelerar o processo da Menopausa, antecipando, de acordo com uma avaliação com mais de 2 mil mulheres a antecipação da menopausa  é proporcional a quantidade de cigarros e anos de fumo.

Suplementos de soja também podem ser ótimos aliados para as ondas de calor assim como lavar os pulsos em água corrente fria e bebidas geladas, aliás, é fundamental manter o corpo hidratado. Algumas pessoas optam por fazer uma dieta baseada em soja para reposição hormonal.

Café forte sem açúcar pode combater a dor de cabeça e pode ser uma boa opção para evitar medicamentos químicos. Tratamentos homeopáticos para a menopausa assim como  fitoterápicos podem ser boas alternativas.

Os sintomas da menopausa podem ser de leve a severo, em qualquer um dos casos não hesite em buscar ajuda médica e testar tratamentos alternativos para amenizar os sintomas.

Gostou do artigo? Curte, comenta e compartilha!

Redação: Sol Pinheiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui